Blog categories

Comments

    Convencional ou Endereçável?

    A proteção de vidas, patrimônio e meio ambiente são os pilares que circundam e conduzem as tecnologias de proteção contra incêndio por detecção e alarme de incêndio, bem como as demais tecnologias deste ponto da engenharia. E diante da quantidade de soluções disponíveis no mercado deve-se ter muita atenção para não errar na escolha. É preciso entender mais sobre o funcionamento e os critérios de instalação destes sistemas de detecção e alarme de incêndio. Por isso, vamos falar sobre as principais diferenças entre sistema de alarme de incêndio, e assim, ter certeza de qual sistema é o mais indicado para sua necessidade ou a de seu cliente.

    Os sistemas de detecção e alarme de incêndio podem ser diferenciados por diversos modos, mas inicialmente podemos classifica-los como endereçável ou convencional.

    Sistema de Alarme de Incêndio Convencional

    Este sistema é indicado para edificações de pequeno porte, pequenas empresas ou áreas que não haja necessidade de especificação exata de endereço como galpões de armazenamento abertos. Geralmente os sistemas convencionais necessitam de um par de cabo para alimentação de acionadores e detectores e um par de fios para alimentação de sirenes.

    O conjunto de periféricos é responsável pela cobertura da zona. Assim, quando houver algum disparo, a central consegue informar em qual das zonas ocorreu o incidente, porém, sem identificar o ponto exato do sinistro. Portanto, para a instalação deste tipo de sistema, o ambiente não deve abranger grandes áreas para não dificultar a localização exata ponto da ocorrência.

    Para reconhecer uma irregularidade, ele compara quedas de tensão no circuito. Isso significa que, se um dos dispositivos for acionado, o resistor limitará a tensão do circuito do sistema.

    Vamos ao exemplo. Pense na seguinte situação: Um hotel, este possuirá 4 andares e cada andar 2 quartos. Instalando um periférico por quarto, a zona seria denominada para referir-se ao andar inteiro. Então se algum periférico disparar naquela zona, o painel de alarme de incêndio não transmite a informação de em qual quarto está localizado o dispositivo que foi acionado, apenas comunica a zona que está acontecendo o incidente ou seja, Zona 1 que pode ser atribuída ao 1º andar e subsequentemente aos outros pavimentos, em caso de incêndio a localização do sinistro é facilmente verificada, porém se tivéssemos 20 ou 30 quartos por andar esta verificação demoraria muito. E quando falamos em incêndio cada segundo de prevenção é decisivo, para se ter uma ideia após 3 minutos em média os extintores de incêndio tornam-se irrelevantes em um combate a incêndio.

    Quando optares por um sistema convencional, certifique-se de que as condições da estrutura em questão são favoráveis para este sistema, e de preferência opte por um sistema com garantia de 10 anos e com certificação internacional, pois este sistema poderá salvar vidas.

    Sistema de Alarme de Incêndio Endereçável

    Como já sabemos o sistema endereçável nos possibilita saber o ponto exato aonde está acontecendo o evento. Os sistemas endereçáveis certificados fazem uma dupla comunicação com os periféricos ( acionadores, detectores, sirenes e módulos), enviam um sinal para o periférico e o periférico envia um sinal para a central, esta comunicação acontece em milésimos de segundo e tem como função saber se o equipamento está se reportando adequadamente ou não, caso o periférico não se comunique ou não responda o sinal a central emite um sinal informando desta não comunicação, vale ressaltar que existem sistemas sem certificação que não executam exatamente esta função mas trabalham com a queda de tensão que tem uma efetividade menor e tendem a dar mais problemas ou não responder em tempo rápido. Se um dispositivo é acionado, o sistema identifica exatamente qual deles disparou, qual o tipo de evento (fogo ou falha), a data e a hora da ocorrência. Vários dispositivos podem ser acionados simultaneamente e é possível controla-los através de uma tela de LCD, e coordenar o funcionamento das sirenes através da programação por setores.

    Vamos usar o exemplo de antes, para entender melhor a atuação de um sistema de alarme de incêndio endereçável. Digamos que outro empresário construiu um hotel com 20 andares e que em cada andar, haverá 15 quartos. Então, optando pelo sistema endereçável, ele tem as informações exatas de cada ponto, assim, se algum quarto apresentar indícios de incêndio, ele terá uma resposta mais ágil e eficaz para conter o sinistro.

    Geralmente, os sistemas convencionais são utilizados em zonas de menor de cobertura. Já os sistemas endereçáveis podem monitorar áreas bem mais extensas com maior precisão e eficiência.

    A central endereçável possui algumas vantagens em relação ao sistema convencional, como menor custo infraestrutura, facilidade para ampliação sem alterar muito a infraestrutura existente, além de permitir o monitoramento constante e o envio das informações com agilidade e precisão até a central, procure sempre um produto com no mínimo 5 anos de garantia e certificação internacional, europeia ou americana, assim você e seu empreendimento não correrão riscos.

    Agora que você já conhece as principais diferenças, as vantagens e desvantagens entre os dois modelos de sistema de proteção contra incêndios, conheça o que existe de melhor no mercado com os produtos da Global América.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://globalamerica.com.br/wp-content/uploads/2018/05/bg-banner3.jpg);background-size: initial;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}
    Fale conosco