Blog categories

Comments

    Sprinklers – Curiosidades sobre o Sistema de Chuveiros Automáticos

    O sistema de Sprinklers, também chamado de chuveiros automáticos, são muito eficientes no combate a incêndios. Por exemplo, um sprinkler consegue controlar ou até mesmo apagar um incêndio, mais rápido e gastando de mil a dez mil vezes menos água comparado a uma intervenção feita pelo corpo de bombeiros. Ele se faz tão eficaz devido a antecipação a ação humana, ou seja, a chegada dos bombeiros no local do incidente. Outro dado importante, em edifícios protegidos por esse conjunto, 90% dos incêndios foram contidos com seu uso.

     

    Mas o que é um sprinkler?

    Em resumo, o sprinkler é um componente de um sistema de combate a incêndios, o seu funcionamento ocorre da seguinte maneira: ele descarrega água quando detecta um foco de incêndio, isso acontece devido a um dispositivo termo sensível dentro equipamento, que é acionado quando a temperatura predeterminada é excedida, liberando assim a água para combater o fogo.

    E de onde surgiram?

    A criação de um sistema automático para combater esse conflito contra o fogo, nasceu da necessidade de proteger edifícios contra incêndios no século XVII, devido a uma grande deficiência em segurança que os mesmos possuíam naquela época.

    Em 1673, Jonh Green projetou um sistema automático de combate ao fogo, devido a um grande incêndio que ocorreu em Londres. Infelizmente, não se tem registros sobre esse sistema. Um outro sistema de chuveiro perfurado, foi desenvolvido por John Carey, em 1806, que consistia em uma rede de canos que funcionava automaticamente quando o fogo queimava uma corta no qual segurava as válvulas fechadas.

    Posteriormente, o Coronel William Congreve, em 1812, elaborou um sistema automático, instalado no Teatro Real de Drury Lane, onde basicamente funciona como as caixas d’água residenciais de hoje em dia. Havia um depósito de água elevado, onde era alimentado por um tubo proveniente da Estação Distribuidora de Água dos edifícios York, em Adelphi. Esse depósito abastecia uma cadeia de encanamentos que se dividia por todo o teatro. O acionamento se dava por uma válvula fora do prédio, assim sendo, quando alguém avistava um foco de incêndio, poderia acionar.

    Em seguida, mais precisamente em 1864, o Major A. Stewart Marcison (First Engeneer London Volunteers), arquitetou um protótipo de sprinkler automático, onde esse já possuía um elemento termo sensível. Esse elemento fundia-se com a ação do calor, assim, permitindo o despejo da água sobre pressão em todas as direções, entretanto só se acionavam aqueles atingidos pelo calor do fogo. Os primeiros sprinklers aceitos comercialmente foram produzidos por Henry Parmelter, tornando-se o primeiro sprinkler a ser aceito pelas seguradoras.

    Atualmente, depois de muita evolução, de materiais e de processos, é reconhecido como o mais importante sistema de proteção contra incêndios existente.

     

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://globalamerica.com.br/wp-content/uploads/2018/05/bg-banner3.jpg);background-size: initial;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}
    Converse conosco
    Converse conosco
    Perguntas, dúvidas, problemas? Estamos aqui para lhe ajudar!
    Conectando...
    Nossos atendentes não estão disponíveis no momento. Deixe sua mensagem e entraremos em contato com você em breve.
    Nossos atendentes estão ocupados. Por favor, tente novamente mais tarde.
    :
    :
    :
    Você tem uma dúvida? Escreva para a gente!
    :
    :
    Esta sessão de chat foi finalizada
    A conversa foi útil? Dê seu voto para está sessão de chat.
    Bom Ruim