Blog categories

Comments

    Equipamentos de Prevenção e combate a incêndios: A importância das certificações

    Quando o assunto é segurança, não podemos abrir precedentes para falhas!
    Para que realmente estejamos protegidos, não basta apenas termos um sistema de segurança ou de combate a incêndios, temos que ter certeza que esses equipamentos têm qualidade e que vão atuar de forma correta no momento em que algum sinistro ocorrer.

    Para que possamos usufruir da proteção que os dispositivos representam, é necessário ficarmos atentos se eles foram aprovados pelas normas e certificados por órgãos competentes. Essas instituições realizam uma grande diversidade de testes para assegurar a qualidade, o funcionamento e a resistência de cada componente de um sistema de segurança.

    A certificação de produtos é um mecanismo de avaliação da conformidade, com base em normas nacionais, internacionais ou regulamentos técnicos. O processo de certificação consiste em uma avaliação garantindo que o equipamento atende a todos os requisitos das normas aplicáveis e ensaios laboratoriais.

    Por esse caráter não obrigatório, alguns fabricantes e importadores não submetem seus produtos aos testes rigorosos dos órgãos de certificação, mesmo que os equipamentos importados não possuam certificações em seu país de origem. Isso porque essas testagens representam um custo para alto para a empresa, e muitos dos equipamentos não seriam homologados ou aprovados por não atenderem as normas internacionais de funcionamento e fabricação.

    A falta de certificação de um equipamento de sistema de segurança representa menos garantias de funcionamento correto em situações extremas, isso é um grande perigo em uma situação de incêndio, por exemplo.

    Por isso, não adianta adquirir um produto mais barato que não possui garantia de que foi testado e aprovado, pois esse “barato” pode sair caro e gerar uma tragédia.

    Principais Órgãos Certificadores

    No Brasil, a certificação de equipamentos para proteção contra incêndio é compulsória (com Portaria do INMETRO) apenas para extintores de incêndio tipo pó Químico, Gás Carbônico, Água e Halogêneos e indicadores de pressão para extintores de incêndio. Para os demais produtos e sistemas de proteção a certificação é voluntária, ou seja, os produtos não são obrigados a serem certificados.

    O processo de certificação não é nada simples. O equipamento passa por diversos análises e um rígido controle de qualidade antes de poder ser comercializado. Afinal, com segurança não se brinca.
    Depois de certificado, é feita a manutenção do processo de certificação por meio de auditorias realizadas no fabricante para verificar a continuidade das características iniciais do produto e do modo de produção.

    Dentre os órgãos certificadores internacionais de equipamentos de segurança e combate a incêndio, os mais renomados são:

    Americanos :
    Underwrites Laboratories (UL) é uma organização independente americana com mais de 110 anos de experiência. É especializada no desenvolvimento e aplicação de normas técnicas relacionadas a qualidade de equipamentos de segurança. A UL possui cerca de 60 laboratórios de teste e já testou mais de 100 mil produtos e atuou no desenvolvimento de aproximadamente 900 normas técnicas. Sua certificação é extremamente criteriosa, pois isso, apenas empresas de alto nível consegue conquistar e manter esse selo em seus produtos.

    Factory Mutual (FM) é líder mundial na área de ensaios e certificações com mais de 200 anos de experiência no mercado. Ela utiliza equipamentos de última geração para realizar os testes, certificando a qualidade, a integralidade técnica e o desempenho dos produtos em situações reais de incêndio.

    Europeus:
    Vertrauen Durch Sicherheit (VdS) é uma das instituições de segurança corporativa mais renomadas do mundo, com foco em proteção contra incêndio, segurança, prevenção de riscos naturais e segurança cibernética. Os serviços efetuados incluem avaliações de risco, teste de equipamentos, certificação de produtos, empresas e profissionais. O selo de aprovação da VdS tem uma excelente reputação entre especialistas e é fortemente reconhecido pela confiabilidade e alto desempenho em mercados globais e principalmente na Europa.

    Loss Prevention Certification Board (LPCB) é um organismo que trabalha com a indústria e as seguradoras há mais de 100 anos para definir os padrões necessários para garantir que os produtos e serviços de prevenção e combate a incêndio e segurança tenham um desempenho eficaz. A LPCB realiza testagem e aprovação de terceiros, confirmando que os produtos e serviços atendem os mais rigorosos padrões de qualidade e de funcionamento.

    Normas Técnicas

    Além das entidades certificadoras, podemos destacar também outros órgãos que contribuem para a qualidade dos equipamentos de detecção e combate a incêndios, definindo normas técnicas a serem seguidas.

    National Fire Protection Association (NFPA) é uma organização internacional que determina Códigos Contra Incêndios, promove programas de assistência, desenvolvimento para profissionais e de educação. Os códigos e normas estabelecidos pela NFPA são mundialmente considerados como a orientação mais confiável em relação à segurança contra incêndios e proteção da vida.

    EN54 desenvolve um padrão obrigatório que especifica requisitos e testes de laboratório para todos os componentes do sistema de detecção de incêndios e permite e sua aprovação permite a livre circulação de produtos entre os países da União Europeia.

    No Brasil os equipamentos cuja certificação é voluntária (não obrigatória) são normatizados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, segundo os requisitos da ISO, para que sejam produzindo de acordo com as normas reguladoras. Ela atua normatizando o campo de segurança contra incêndio que compreende a fabricação de produtos e equipamentos, bem como projetos e instalação de prevenção e combate a incêndio e serviços correlatos, analisando e avaliando o desempenho de materiais, produtos e sistemas dentro dos ambientes a eles pertinentes.

    Seguro de patrimônio

    Outro ponto que necessita de muita atenção é o fato de que muitas seguradoras não cobrem prejuízos causados por fogo quando os equipamentos de prevenção e combate a incêndio não possuem certificação. Dessa forma, além do risco de os equipamentos não funcionarem corretamente, também corre-se o risco da seguradora não indenizar as perdas e danos causados.

    Diante da grande gama de produtos ofertados no mercado, é muito importante ficarmos atentos aos que oferecem garantia e confiabilidade por meio de certificação, principalmente quando envolve risco a vida.

    Dessa forma, sempre que você for cotar equipamentos de segurança, prevenção e combate a incêndio opte pelos que contam com selos de órgãos certificadores, pois essa é a forma de você ter certeza que está levando o melhor para seu empreendimento, projeto ou para sua casa.


    Nós da Global América trabalhamos apenas com equipamento que são certificados e que atendem as rigorosas normas internacionais de excelência e performance. Nosso compromisso é proteger vidas, patrimônio e o meio ambiente, por isso contamos com os melhores fabricantes do mercado.
    Entre em contato com nossa equipe de consultores técnicos e tire todas as suas dúvidas sobre os equipamentos e as certificações!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(https://globalamerica.com.br/wp-content/uploads/2018/05/bg-banner3.jpg);background-size: initial;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}
    Fale conosco